RSS
O Conexão UMADEN agora se chama Conexão Jovem!

Estamos em um novo endereço, a partir de agora se você quer saber informações sobre o Departamento de Jovens e Adolescentes acesse o Blog do DEJAD.

Xô timidez!

Por Priscila Macêdo


Durante esta semana iremos abordar um novo tema: Como combater a timidez. E então? Você se considera uma pessoa tímida?


“Todas as pessoas são, de alguma forma, mais ou menos tímidas. A timidez não é um bloqueio que pega todo sistema, ela atua por departamento. Por exemplo, algumas pessoas são tímidas só para falar com um grupo, outras não conseguem manter um diálogo com uma única pessoa”, explica a terapeuta e especialista em Neuroprogramação, Susan Leibig, que estuda o assunto há mais de 20 anos. Mas a pessoa já nasce tímida ou se torna tímida no decorrer da vida? Susan informa que pode ocorrer das duas formas. “A estrutura da timidez é formada juntamente com a auto-estima do indivíduo e sua estrutura de valores”, acrescenta. Uma criança filha de pais tímidos invariavelmente será tímida.

A timidez apresenta características muito diversas, conforme a situação em que o indivíduo tímido se encontra. Os tímidos se comportam sempre com discrição, têm uma postura de quem quer “desaparecer”; vestem-se frequentemente com trajes discretos, sóbrios; têm dificuldade para conversar; são inseguros; nervosos; anciosos; ao falar em público começam a tremer; gagueijam; "ficam vermelhos"... Estes são alguns dos sintomas que afligem pessoas que sofrem com a timidez, e que costumam se tornar verdadeiros obstáculos em alguns momentos da vida. Além disso, são pessoas que costumam deixar-se convencer a fazer o que, no fundo, não desejam. “As pessoas tímidas têm problemas em exteriorizar seus desejos”. Mas a boa notícia que trazemos para você é que este problema pode ser superado com um pouco de técnica e muita persistência.

Exixtem formas para amenizar o acanhamento. Reconhecer-se tímido é o primeiro e mais importante passo.

10 dicas para vencer a timidez

1. Drible o medo
Saiba o que dizer. Nessas horas, a liberação da adrenalina é maior, e o risco de “brancos” aumenta.

2. Clareza
Utilize abordagens simples, claras e objetivas. Diga sempre a verdade.

3. Não fuja da raia
Procure se expor ao que lhe causa medo. Só assim você vai perder o receio de enfrentar a situação.

4. Acredite no seu talento
Se você é competente, a qualidade do trabalho será boa, independentemente do chefe elogiar ou não.

5. Seja positivo
O tímido tem fama de antipático. Sorria com frequência e passe a olhar nos olhos do interlocutor.

6. Diga e ouça
Por mais polêmico que seja o tema, aborde-o. Se há opinião diferente, saiba as razões.

7. Pontos fortes
Se você tem boa voz e se veste bem, use a favor. O que não for bom, pode passar despercebido.

8. Tenha um bom
vocabulário Não use palavras pobres ou vulgares. Rebuscamentos e termos técnicos dificultam o entendimento.

9. Use o “NÃO”
Se não puder ajudar alguém ou em condições de se responsabilizar por algo, diga de forma clara.

10. Qualificação
Quando julgar que pode melhorar profissionalmente, procure cursos e adquira novos conhecimentos.


Fonte:

0 comentários:

Postar um comentário